Inspire-se nas baleias: Aprenda a contentar-se com pouco.

As baleias pertencem ao grupo dos cetáceos que se divide em duas subordens: baleias de barbatanas e baleias com dentes. São mamíferos marinhos que se comunicam através de sons misteriosos e algumas delas cantam. Apesar de viverem na água, as baleias respiram ar e emergem regularmente para respirar por seus pulmões. Elas possuem uma espessa camada de gordura, chamada de tecido adiposo, que age como um isolante térmico mantendo-as aquecidas nas águas frias do oceano.

As baleias são os maiores animais que existem no mar, porém alimentam-se de pequenos organismos como pequenos peixes e outras criaturas semelhantes. Em vez de usar os dentes para mastigar os alimentos, algumas baleias engolem a presa inteira ou a processa em pequenos pedaços para poder engolir. As baleias reciclam nutrientes nas profundezas do oceano porque excretam resíduos cheios de nutrientes após a alimentação. Tais nutrientes ajudam a alimentar minúsculos organismos marinhos chamados fitoplâncton, que são considerados a força motriz do oceano.

O leite da baleia é rico em gordura e produzido em grandes quantidades para alimentar seus filhotes. Baleias dormem pouco para manter a temperatura corporal. A carne e a gordura da baleia contêm muita proteína, ferro, carnitina e vitaminas A e B, portanto podemos concluir que as baleias são saudáveis. Apesar de seu grande tamanho, as baleias se contentam em comer minúsculas criaturas e podem ficar sem se alimentar por seis meses. Isto pode servir de lição para todos nós, no sentido de que deveríamos nos sentir satisfeitos com pouco. Nós devemos aprender a valorizar o que temos em vez de nos concentrarmos nas coisas que não temos.

Aprender a se contentar com pouco envolve entender que temos tudo o que precisamos, simplificar nossas vidas e nos preocupar menos. Devemos aprender a ser confiantes e felizes com nós mesmos. Pessoas compulsivas perdem o controle sobre suas ações e há muitas pessoas com sobrepeso e pouco saudáveis que estão viciadas em comida sem qualidade e comida pronta. Existem, também, muitos indivíduos que lutam contra a compulsão por compras, a qual pode arruinar a vida financeira.

Pessoas que gostam de fazer compras por diversão têm maior probabilidade de comprar por impulso, mas alguns consumidores estão mais propensos a comprar no final de um dia difícil. A razão é que não queremos perder nenhuma promoção e temos a tendência de comprar para compensar nossas frustrações. Aparentemente, conseguir algo novo ou uma guloseima pode reverter um dia ruim e nos fazer felizes.

No entanto, felicidade é saber contentar-se com pouco. Se você ultrapassar o seu orçamento, apenas ficará endividado e provavelmente terá que lutar para receber o seu próximo pagamento. Na realidade, comprar por impulso pode prejudicar suas finanças e torná-lo infeliz. Comprar pode proporcionar um alívio temporário, mas mais tarde você pode se sentir culpado por gastar dinheiro com coisas supérfluas.

Devemos pensar bem antes de decidir comprar. Afinal, queremos ficar satisfeitos com nossas compras; e isto pode ocorrer a partir do momento que mudamos o nosso ato de consumo e passamos a considerar o meio ambiente. Não devemos comprar coisas para aumentar o nosso status social ou para nos sentirmos mais completos. Em vez disso, devemos comprar apenas o que precisamos e aguardarmos os descontos.

Se você comparar preços antes de fazer uma compra ou esperar que os itens entrem em promoção, você fará uma compra consciente e provavelmente não se arrependerá. Encontre o momento mais apropriado para ir ao supermercado saindo de casa sem fome. Aprenda a ser feliz com alimentos saudáveis e coma em menor quantidade para evitar ganhar muito peso. É possível estar acima do peso e ainda ter saúde, então seja grato pelo seu corpo, por ter o alimento de cada dia, e simplesmente, por estar vivo. Lembre-se que as baleias se beneficiam de sua gordurinha. Praticar atividade física regularmente é o que conta!

baleia

*Não guarde para você, passe adiante.

https://www.educamaisbrasil.com.br/enem/biologia/baleia

Get inspired by whales: Learn to be content with little.

Whales belong to a group of two types of cetaceans called baleen and toothed. They are marine mammals which communicate with mysterious sounds and some of them are known to sing. Despite living in the water, whales breathe air, and they surface regularly to breathe, evacuating their lungs. They have a thick layer of fat, also called adipose tissue, that act as a thermal insulator keeping them warm in cold ocean waters. 

Whales are the largest animals in the sea, but they eat small organisms like small fish, and other similar creatures. Instead of use their teeth to chew food, some whales swallow prey whole or process it into small pieces to swallow. Whales can recycle nutrients in the deep ocean because they excrete waste full of nutrients after feeding. These nutrients help feed little marine organisms called phytoplankton that are considered the powerhouse of the ocean.

Whale milk is rich in fats and comes in large amounts to feed their babies. Whales do not sleep longer to maintain their body temperature. Whale meat and blubber contains much protein, iron, carnitine and vitamins A and B, so we can conclude that whales are healthy. Despite their enormous size, whales are content with eating tiny creatures, and they can go without food for six months. It can serve as a lesson for us all, in the sense that we should feel satisfied with less. We should learn to appreciate what we have, instead of focusing on the things we do not have.

Learn to be content with little involves understanding that we have everything we need, simplify our lives, and worry less. We should learn to be confident and became happy with ourselves. People with addiction lose control over their actions and there are a lot of people who are addicted to junk food and fast food, and overweight and unhealthy. There are also a lot of individuals who struggle with impulse shopping that can ruin their financial lives.

People who like to shop for fun are more likely to buy on impulse, but some consumers are more likely to shop at the end of a hard day. The reason is that we do not want to miss out an opportunity on sales promotions and we tend to pick up things to compensate our frustrations. Apparently, getting something new or getting a treat can turn a bad day around and make us happy.

However, happiness is to be content with little. If you go over your budget, you will just run into debt and will probably need to struggle to get your next payday. In fact, giving in to an impulse buy can harm your finances and make you unhappy. Buying may provide temporary relief, but later on you may feel guilty for spending money on the superfluous things.

We should make well thought out purchase decisions. After all, we want to be pleased by our purchases; and that can be achieved if we change our purchasing behaviour to shop in an environmentally friend way. We should not buy things to boost our social status or feel more complete in ourselves. Instead, we should buy only what we need and wait for discounts.

If you compare prices before making a purchase or wait for items to go on sales promotion, you are making a conscious purchase and probably will not regret. Find an appropriate time to go to the grocery store by leaving home with a full belly. Learn to be happy with healthier food and eat less to avoid gaining too much weight. It’s possible to be overweight and still healthy, so be grateful for your body, for having everyday food, and simply for being alive. Remember that whales benefit from their blubber. It’s the regular physical activity that counts!

 *Do not keep it to yourself, pass it on.

https://www.scientificamerican.com/podcast/episode/the-deepest-dive-to-find-the-secrets-of-the-whales/