Um pouco de vinho faz bem ao coração.

É importante compreender as distinções entre os vinhos tinto e branco para encontrar o seu gosto pessoal. Os vinhos tintos são produzidos com a uva inteira, inclusive com as cascas; e os vinhos brancos são produzidos apenas pela fermentação do suco sem contato com as cascas das uvas. A cor do vinho está nas cascas, as quais são retiradas antes da fermentação dos vinhos brancos, o que resulta num suco claro independentemente se foi usado uvas brancas ou vermelhas. Por outro lado, os vinhos tintos são fermentados com as cascas e prensados após a fermentação o que resulta na cor avermelhada do vinho.

Uvas frescas combinadas com uma maceração prolongada tornam o vinho mais saboroso. O vinho branco é frequentemente maturado em cubas de aço inox para garantir que mantenha o frescor e mais leveza. Em contrapartida, o vinho tinto é envelhecido em barris de carvalho para reduzir a acidez e realçar o aroma e o sabor. O vinho branco tem sabores leves e frutados e vai bem com carnes brancas. Você pode detectar notas de frutas cítricas ou flor de sabugueiro no vinho branco. O vinho tinto é mais ousado e amargo e combina com carnes vermelhas. As frutas vermelhas são facilmente perceptíveis em vinhos tintos.

Estudos demonstram que o consumo moderado de vinho tinto pode ser benéfico ao coração, aumenta o colesterol bom e diminui o colesterol ruim. Também tem sido associado à prevenção de osteoporose. Há também evidências que o consumo moderado de vinho tinto protege o cérebro devido à atividade anti-inflamatória do resveratrol. Existem muitos outros antioxidantes encontrados nas cascas das uvas, como os polifenóis, flavonoides e taninos. Em termos de quantidade de benefícios para a saúde, o vinho tinto é a melhor opção. No entanto, o vinho branco seco pode ser a melhor escolha para quem é diabético por conter baixo teor de açúcar.

Não existe bebida alcoólica segura para beber durante a gravidez e nenhuma taça de vinho deve ser consumida por pacientes com doenças no fígado ou pâncreas, e aqueles que fazem uso de medicamentos controlados ou medicamentos para controle de peso. O consumo ocasional de vinho pode trazer benefícios para a saúde desde que seja de boa procedência. O vinho natural é uma alternativa ao vinho tradicional, o qual é feito com uvas orgânicas sendo produzido sem aditivos. Degustar apenas uma pequena dose que não ultrapasse uma taça de 150ml, de vez em quando, deve ser o suficiente para alegrar o seu coração.

vinhos

A little bit of wine is good for the heart.

It is important to understand the distinctions between red and white wine to fit your personal taste. Red wines are made using the whole grape including skins and white wines are made by just fermenting grapes juice without skin contact.

The wine’s colour lies in the skins and the grape skins are removed before fermentation of white wines which results in a clear juice independently if it was used white or red grapes. On the other hand, the red wines are fermented on the skins and pressed after fermentation which results in a red wine’s colour. 

Fresh grapes combined with an extended maceration will make the wine taste a lot better. White wine is often placed in cast iron vessels to mature to ensure it stays fresh and become lighter. By contrast, red wine is aged in oak barrels to lower the acidity and enhance the aroma and flavour. White wine has light and fruity flavours and go well with white meats. You can detect notes of citrus or elderflower in white wine. Red wine is bolder and more bitter and pair with red meats. Red fruits are easily noticeable in red wines.

Studies have shown that moderate red wine consumption may be good for your heart, increase good cholesterol and decrease bad cholesterol. It has also been linked to the prevention of osteoporosis. There is evidence that drinking red wine in moderation may slow down brain decline due to the anti-inflammatory activity of resveratrol. There are many other antioxidants found in the skin of grapes such as polyphenols, flavonoids, and tannins. In terms of number of health benefits, red wine is the best option. However, dry white wine may be the best choice if you have diabetes because it is naturally lower in sugar.

There is no safe alcoholic beverage to drink during pregnancy and a glass of wine should not be consumed by patients with liver or pancreas diseases, prescribed with controlled medicines or weight-loss medicines. Occasional consumption of wine may have health benefits as long as one of good quality. Natural wine is an alternative to traditional wine, which is made with organic grapes being produced without additives. Having just a small glass of wine containing no more than 150 ml (5 ounces), once in a while, should be enough to make your heart smile.